top of page

Como funciona o algoritmo do Instagram para a classificação de conteúdos? Saiba mais

O head do Instagram, Adam Mosseri, escreveu um artigo em junho de 2022 explicando o funcionamento do algoritmo do Instagram. O objetivo era sanar as principais dúvidas dos usuários sobre porque alguns conteúdos aparecem ou não para os seus seguidores.

É um conteúdo detalhado e explicativo, que nos ajuda a compreender quais critérios a plataforma utiliza para classificar conteúdos nos diferentes feats da plataforma, como Feed, Stories, Reels e Explorar. Afinal, como funciona o algoritmo do Instagram?

O algoritmo do Instagram

Engana-se quem pensa que o Instagram tem um único algoritmo que classifica todo o conteúdo que aparece e define o que os usuários vão ver ou não. O intuito da plataforma é classificar o conteúdo que as pessoas vão achar mais interessante. Você sabe a importância de conhecer qual o algoritmo do Instagram?

Entendendo o algoritmo do Instagram, é possível notar que cada característica da plataforma possui seu objetivo próprio. Muito disso é porque ela entende que para cada um deles existe um comportamento de consumo diferente, e sua inteligência deve levar isso em consideração.

Adam ainda conta que, quando a plataforma foi lançada, o algoritmo classificava os conteúdos apenas de forma cronológica. Após uma mudança no algoritmo do Instagram, a plataforma conseguiu interpretar com mais precisão o comportamento de consumo dos usuários nos diversos recursos do app.

Reels

No algoritmo do Reels, o que guia o Instagram para classificar o conteúdo são vídeos que vão divertir os usuários. Assim, o objetivo da ferramenta é entreter quem está assistindo.

Explorar

Já o Explorar no Instagram tem como principal intuito a descoberta. O algoritmo do Instagram concentra seus esforços em mostrar novos conteúdos interessantes de pessoas que os usuários não seguem.

Algoritmo no Feed e Instagram Stories

Com o passar dos anos, o Instagram conseguiu entender que, no Feed e nos Stories, os usuários esperam ver conteúdos de pessoas próximas, amigos, familiares e conhecidos. A classificação desse conteúdo se resume em hierarquizar as publicações compartilhadas recentemente pelas pessoas que você segue.

As demais informações das publicações e dos perfis são agrupadas no que o Instagram chama de “sinais”. Há diversas informações que podem ser interpretadas como sinais de uma publicação.

São exemplos o horário de publicação, se o conteúdo foi publicado por um dispositivo móvel ou pela web e a quantidade de curtidas recebidas. Só então o conteúdo é classificado e aparece para os usuários.

O algoritmo do Instagram Stories e do Feed estabelece os sinais e, em seguida, trabalha para entender a probabilidade de você interagir com determinada publicação. Os sinais do Feed e do Instagram, em ordem de prioridade, são:

  1. informações sobre a publicação: incluem a popularidade do conteúdo medido em curtidas e as informações mais tangíveis sobre a publicação, como o horário de publicação, a duração em — caso de vídeo — e a localização.

  2. informações sobre a pessoa que publicou: aqui o Instagram capta informações sobre o grau de seu interesse no conteúdo de alguém. Um sinal importante é a frequência de interação com o conteúdo das pessoas nas últimas semanas.

  3. sua atividade: esse sinal ajuda o Instagram a compreender qual conteúdo pode ser do seu interesse ou não. Ele inclui o número de publicações que você curtiu.

  4. seu histórico de interação com alguém: esse é um sinal sobre o seu nível de interesse nas publicações de uma pessoa específica.

Algoritmo no Explorar

O Instagram revela que a grade do explorar foi idealizada para fazer as pessoas descobrirem conteúdos novos de perfis que elas não seguem. Primeiramente, a plataforma classifica o conteúdo que pode interessar o usuário.

Logo, o Instagram encontra fotos e vídeos que podem ser relevantes para cada um. Portanto, os sinais que o algoritmo considera são as publicações que você curtiu, salvou ou comentou.

Após a análise de um conjunto de publicações nas quais você pode ter interesse, o Instagram classifica esse conteúdo em ordem de relevância. A plataforma afirma que as ações mais importantes no Explorar para fazer previsões são curtidas, salvamentos e compartilhamentos. Os sinais do Explorar, em ordem de importância, são:

  1. informações sobre a publicação: esse sinal abrange a popularidade de uma publicação em curtidas, compartilhamentos, comentários e salvamentos, bem como a velocidade e a quantidade de curtidas em um conteúdo. Ele tem uma importância maior no Explorar do que nos outros feats do Instagram.

  2. Seu histórico de interação com a pessoa que fez a publicação: no Explorar, as publicações são 100% de pessoas que você não segue. Ainda assim, o Instagram considera se você já interagiu com algum outro post desse perfil e se pode demonstrar interesse em posts futuros.

  3. sua atividade: os sinais incluem publicações que você curtiu, salvou ou que receberam comentários seus, além de como você interagiu com as publicações no Explorar anteriormente.

  4. Informações sobre a pessoa que publicou: aqui o Instagram analisa a frequência com que as pessoas interagem com uma publicação de alguém. O objetivo é encontrar conteúdos interessantes de diversas pessoas.

Algoritmo no Reels

O Reels foi criado para o divertimento dos usuários e segue a mesma lógica do Explorar. Ele tende a mostrar conteúdos de diferentes pessoas que você não segue.

Em um processo similar ao Explorar, o algoritmo do Instagram primeiro classifica um conjunto de posts em que você pode ter interesse, e depois os coloca no seu perfil para aparecer por ordem de prioridade.

Os sinais mais relevantes no Reels são a probabilidade de você assistir a um vídeo até o fim, curti-lo, achar ele engraçado ou interessante e acessar a página de áudio. Em ordem de importância, são:

  1. sua atividade: o Instagram analisa os vídeos do Reels que você curtiu ou comentou e interagiu de alguma forma.

  2. seu histórico de interação com a pessoa que fez a publicação: o Reels segue a mesma lógica do explorar e mostra os conteúdos de pessoas que você não segue. No entanto, se você interagiu com um post de determinado perfil, isso demonstra o seu interesse no que ele tem a oferecer.

  3. informações sobre o vídeo do Reels: estes são sinais mais concretos sobre a publicação, como duração, qualidade de vídeo e áudio. Portanto, inclui também a qualidade da imagem na exibição em tela cheia e a popularidade do conteúdo.

  4. informações sobre a pessoa que publicou: assim como o Explorar, o algoritmo do Instagram consegue trabalhar para identificar conteúdos que sejam interessantes para uma grande variedade de pessoas.

Saiba como utilizar o Instagram para potencializar seu negócio com ajuda da ComSchool!

Por mais que conhecer o funcionamento do algoritmo do Instagram seja importante, essa é apenas uma parte para a produção de conteúdos relevantes na plataforma. Quer aprender mais sobre como utilizá-la para promover o seu negócio? Conheça o curso de Instagram Ads da ComSchool e aprenda de forma prática!

תגובות


bottom of page