top of page

Entenda a importância das estratégias de sell-in para os modelos de negócio

Empresas têm o costume de se preocupar apenas com as estratégias de venda que dizem respeito ao próprio modelo de negócio. No entanto, essa não é uma forma recomendada de trabalhar, afinal boas cadeias de processo precisam pensar no todo — sell-in e sell-out.

Por isso, mesmo que a sua empresa não tenha foco em vendas B2B, é fundamental conhecer o que é sell-in. Caso o seu negócio comercialize para outras empresas, então, nem se fala. Entenda esse conceito no blog da ComSchool e esteja mais próximo de um supply chain de sucesso!

O que é sell-in?

Para entender o significado de sell-in, podem-se utilizar como exemplos os modelos de negócio B2B e B2C, que é o que a maioria das pessoas está acostumada. O primeiro é usado para representar empresas que vendem para outras empresas, como fornecedores, por exemplo.

Já o segundo é a próxima etapa, quando empresas vendem os produtos diretamente para o consumidor final. Pense em um marceneiro, por exemplo: primeiro, ele precisa adquirir a matéria-prima, a madeira, com uma empresa madeireira. Em seguida, ele irá produzir o móvel desejado e vendê-lo para um cliente.

A madeireira, nesse exemplo, é uma empresa B2B. O marceneiro, B2C. Assim, na cadeia de suprimentos, pode-se dizer que a madeireira pratica o sell-in, que é basicamente a venda entre empresas. É o nome que damos a essa relação indústria-canais de distribuição.

Sell-in X sell-out

Como é de se imaginar, a diferença entre sell-in e sell-out é praticamente a mesma dos modelos de negócio que comentamos. Em uma cadeia sell-out, o produto já está nos pontos de venda (PDV) para chegar ao consumidor final. Essa relação comercial entre o PDV e o cliente é chamada de sell-out.

Por que ter uma boa estratégia de sell-in?

Uma boa estratégia de sell-in é fundamental para todas as empresas, sejam aquelas que trabalham B2B ou B2C. Isso porque esse é o primeiro passo do supply chain, que irá determinar a boa continuidade do processo inteiro.

Dessa maneira, para que o sell-out funcione e o produto chegue para o consumidor final de forma satisfatória, a relação comercial entre PDV e fornecedor deve ser excelente. Sem um processo redondo e fluido, as etapas não irão se encontrar e sérios ruídos podem acontecer.

Por isso, investir em um bom planejamento de sell-in é uma garantia de sucesso para as duas frentes. Para empresas B2B, vai assegurar que as matérias-primas ou produtos cheguem aos pontos de venda com facilidade, aumentando o lucro do negócio em si.

Já para aquelas que atuam no método B2C, o sell-in será importante para oferecer os produtos que serão vendidos para o consumidor final de maneira contínua. Além disso, é uma forma de estar em contato com os melhores fornecedores a todo o momento.

Pontos de importância sobre o sell-in

Agora que você já está familiarizado com o sell-in e com a importância que ele tem para todos os modelos de negócio, é hora de ir além. É fundamental entender quais são os pontos de importância para que a sua empresa atente-se em focá-los na hora de criar a estratégia ideal.

Valor para PDVs

Empresas B2B precisam investir em um bom departamento de marketing e vendas, para que os pontos de comercialização entendam por que escolher aquele fornecedor específico. Manter o valor dos produtos que você vende perante os canais de distribuição será essencial.

Boas relações

Essa é uma dica importante tanto para empresas B2B quanto B2C. Manter boas relações entre empresas será o pontapé inicial para parcerias de longa duração. Isso pode ser uma grande oportunidade para ambas as frentes, que poderão se ajudar mutuamente.

Ferramentas de organização

Use a tecnologia a seu favor. Hoje, existem diversas ferramentas que serão essenciais para que você tenha um bom controle da venda dos itens em seu estoque. Além disso, uma boa organização chama a atenção de canais de distribuição.

Comunicação constante

Os responsáveis pelas vendas do seu produto devem estar sempre atentos ao estoque distribuído aos pontos de venda. Manter uma boa comunicação com esses canais será essencial para saber quando será preciso repor os produtos, a fim de deixá-los sempre disponíveis.

Parceiros de qualidade

De nada adianta ter um processo extremamente bem desenhado se ele não conseguir ser implementado. Por isso, garanta que os parceiros que também estão envolvidos nessa dinâmica, como a empresa de transporte responsável, estejam alinhados com as expectativas.

Aprenda tudo sobre negócios com a ComSchool!

O sell-in é apenas um dos pilares de negócio que são fundamentais para que você consiga manter o bom funcionamento da sua empresa. Por isso, é muito importante que você sempre se mantenha atualizado com as melhores informações, o que te ajudamos a fazer aqui, no blog da ComSchool!

Além disso, com os cursos de e-commerce oferecidos no catálogo, você vai muito além! Não perca tempo e descubra qual certificado você quer adicionar ao seu currículo e venha estudar conosco!

Opmerkingen


bottom of page