top of page

O que é análise preditiva? Saiba a importância da técnica para o negócio

Atualizado: 27 de out. de 2023

Prever os acontecimentos é importante para criar estratégias que evitem fatores imprevisíveis com base no histórico do mercado. Com isso, as empresas contam com informações seguras para avaliar a probabilidade de algum resultado. Pensando nisso, você sabe o que é análise preditiva?

Resumidamente, a técnica consiste no uso de dados para resolver problemas mais complexos e descobrir diversas oportunidades. Sendo assim, alguns exemplos de análise preditiva são: detecção de fraudes, redução de riscos, otimização de processos e campanhas de marketing, entre outros.

Quer saber o que é análise preditiva e como ela pode ser benéfica para o futuro de um negócio? Então, acompanhe este artigo que a ComSchool preparou com diversas informações importantes sobre o assunto. Assim, você fica por dentro de tudo o que envolve essa prática que vem ganhando cada vez mais destaque no mercado.

O que é?

A análise preditiva de dados é um método de acompanhamento de um cenário específico em busca de previsão de possíveis tendências por meio de algoritmos avançados. A técnica tem como base informações estruturadas, mineradas de uma ferramenta de Big Data.

Embora usada por muito tempo apenas por bancos e outras instituições financeiras, a técnica ganhou muita visibilidade com o passar dos anos e foi adotada por diversos tipos de negócios. Sendo assim, independentemente do tipo de indústria, ela pode ser eficaz para a redução de riscos de uma empresa.

O avanço tecnológico permitiu que qualquer negócio utilizasse a prática a seu favor. Isso porque os softwares disponíveis para aplicar o processo se tornaram cada vez mais fáceis de serem usados e hoje geram um grande volume de dados e informações importantes a fim de coletar resultados satisfatórios.

Para fazer a análise preditiva do seu negócio, é necessário considerar alguns fatores importantes, como ter em mãos os dados necessários para gerar insights sobre o futuro da empresa. Mas como funciona essa técnica? Continue a leitura para compreender os processos.

Como é feita a análise preditiva?

Mas afinal, você sabe como fazer análise preditiva? Os especialistas utilizam a ferramenta Big Data Analytics para realizar esse processo. Para isso, usam dados estruturados ou não, disponibilizados externa ou internamente.

Com algoritmos complexos, machine learning (aprendizado de máquina) e análise preditiva por inteligência artificial, é possível identificar padrões regulares em sequências antigas e redirecionar as próximas etapas da organização.

Ao utilizar técnicas de obtenção de dados por meio de softwares e inteligências artificiais, o gestor intercruza algumas estatísticas e fórmulas matemáticas. Assim, padrões ocultos nas informações, que os olhos humanos dificilmente identificariam, são descobertos.

É notável a revolução na forma como as pessoas interagem com o ambiente e entre si. Por isso, as empresas precisam ter a capacidade de analisar indicadores do mercado e prever movimentos de clientes e concorrentes. Antecipar tendências deve ser o objetivo perseguido, e o uso de ferramentas, como o Google Analytics, se faz necessário.

Por que a análise preditiva é importante?

O grande diferencial da análise preditiva em relação a uma simples análise descritiva de dados, por exemplo, é trazer, além da medição dos dados, um panorama de possíveis comportamentos mercadológicos no futuro.

Assim, os colaboradores terão dados mais consistentes e a qualidade será melhorada, o que criará conteúdos mais relevantes para os sistemas de Business Intelligence (BI) averiguarem.

Além disso, o BA (Business Analytics) terá ainda mais universos para realizar a análise preditiva com o potencial de transformar diversos setores, como varejo, cadeias de suprimento, logística ou manufatura.

O que considerar para fazer a análise preditiva?

Como explicado anteriormente, são muitos os fatores que devem ser considerados para que esse processo entregue dados e informações importantes para o futuro de um negócio. Porém, com os dados em mãos, é necessário saber como utilizar as informações geradas pelo software a favor do negócio.

O primeiro passo é levantar o problema que deve ser solucionado. Considerar um fato do passado para resolver uma situação futura é essencial para facilitar esse processo. Por isso, tenha em mente a complexidade do problema e qual é a melhor forma de resolvê-lo.

Para criar um setor de análise de dados com base nas informações da análise preditiva, é importante ter profissionais capacitados que possam estruturar esse modelo. Também são importantes especialistas e profissionais de TI para o manuseio correto dos softwares e a obtenção dos resultados.

Por fim, após obter as informações necessárias sobre o negócio, deve-se reunir com uma equipe especializada na resolução dos problemas. Dessa forma, é possível reestruturar o modelo de negócio com base nas informações coletadas e levando em consideração todas as necessidades do negócio em questão.

Aumente as possibilidades com as oportunidades da ComSchool!

Agora que você sabe o que é análise preditiva, que tal aprender a como mensurar a performance das suas campanhas? Com as oportunidades da nossa escola de negócios, a ComSchool, seu aprendizado conta com professores experientes. Tudo isso em um ambiente que estimula a curiosidade e a troca de conhecimentos.

Comments


bottom of page