top of page

Relatório indica que metade dos gastos com propaganda na China vai para a publicidade online em 2016

Atualizado: 27 de out. de 2023

Relatório divulgado pelo GrupoM mostra que os anunciantes da China, segunda maior economia do mundo, estão movendo seus orçamentos para o mercado digital. Cinco anos atrás, a internet representava apenas 14,8% do total de gastar com publicidade no país; este ano espera-se tomar 49,7%.

A China já está à frente da média global. O GrupoM da WPP previu que 31% dos orçamentos de propaganda de todo o mercado vai para a publicidade online. Os anunciantes na China estão se dando conta do quão rápido os consumidores têm migrado para o mundo online, principalmente usando smartphones e tablets, para o uso de plataformas de streaming de vídeos e filmes online como a Netflix, compras em e-commerce como o império Alibaba, usando redes sociais para se comunicar ou até mesmo usando aplicativos para pagamentos de contas domésticas.

Mesmo com a preocupação com a desaceleração econômica, o relatório mostra que a confiança do consumidor permanece forte e que o mercado publicitário segue crescendo na China, indo dos 7,8% registrados em 2015 para 9,3%, com algo em torno de US$ 85,7 bi.

Gasto com Internet no país deverá crescer 30% esse ano, depois de ganhar um número estimado de 35,9% no ano passado. A publicidade online móvel está crescendo em cerca de duas vezes a taxa de gastos em geral, diz o relatório.

Em uma proporção, o orçamento em publicidade para TV deverá cair 4,5%, ainda de acordo com o estudo do GroupM. Há cincos anos, o investimento em mídia televisiva era de 56,8% contra 35,7% esperados para 2016.

Com o crescimento da publicidade online você precisa se preparar. Na ComSchool você conta com o curso de Marketing Digital de Alta Performance, onde você aprende a manusear as ferramentas necessárias para se manter competitivo no mercado.

Comments


bottom of page