top of page

Turbinando sua conversão

Descubra como turbinar sua conversão

Mesmo com um mercado aquecido como o do e-commerce, que cresceu 12% em 2017, as empresas precisam de muito empenho e estratégias diferenciadas para conquistar mais conversões. São muitos os desafios que o comércio eletrônico nacional precisa enfrentar e que fogem ao seu controle.

O maior deles, sem dúvidas, é a Logística, que tem os seus próprios gargalos. Em um país com dimensões (8.516.000 km²) que chegam perto do tamanho da Oceania (8.526.000 km²), os problemas de transporte, a má conservação das vias e as poucas opções de meios de transporte são problemáticas para conquistar a eficiência.

Por isso, turbinar as conversões está sempre no topo da lista de afazeres e, independente da área de atuação, é a meta mais perseguida devido a sua complexidade. Há diversas técnicas disponíveis para conseguir aumentar a conversão. Dependendo do negócio ou público-alvo, a estratégia pode precisar de alguma alteração. Por isso, é importante realizar testes para saber o que pode funcionar. Além disso, sempre é avaliar bem cada ação para obter os melhores resultados.

Seguir as melhores táticas poupa gastos desnecessários de dinheiro e tempo em anúncios que não resultarão em taxas de conversão relevantes. É importante pensar sempre no longo prazo, focar em estratégias que tenham um ótimo custo-benefício e possam ser implementadas imediatamente.

A empresa deve perceber o e-commerce como uma loja física que deve oferecer um ambiente agradável e convidativo ao usuário. Assim, ele se sentirá à vontade para consumir, da mesma forma como se sentiria ao visitar outra loja. Para que você turbine sua conversão, confira algumas técnicas:

Selecione a real fonte de tráfego

Comece entendendo quem é o seu público-alvo e quais as mídias mais interessantes para eles. Para isso, selecione o seu público conforme a faixa etária, renda mensal, formação acadêmica e objetivos. Dessa forma, você consegue desenvolver diversos conteúdos atraentes para atraí-los ao seu site.

Escolha a plataforma mais eficiente

A loja virtual deve contar com a melhor infraestrutura e ter uma tecnologia de ponta para conquistar alta performance. Se o cliente acessar um site muito lento pode perder o interesse e abandoná-lo. Por isso, procure por plataformas de e-commerce baseadas em SaaS (“Software as a Service”, Software como serviço), pois a integração com novas ferramentas é bem mais rápida e simples.

Use o melhor design com a melhor usabilidade

Mesmo que você escolha a melhor plataforma de e-commerce, a loja precisa ter um visual bonito e profissional, além de uma boa usabilidade. As plataformas costumam disponibilizar ferramentas que analisam e fazem testes nos sites criados nelas para ajudá-lo a otimizar o site de sua loja virtual.

Deixe seu site mais atraente

Os consumidores são atraídos por ofertas e você pode usar isso a seu favor. Você pode fazer promoções em seu site e transmitir imediatismo por inserir datas de validade. Outra possibilidade é oferecer frete grátis para compras acima de um valor determinado. Mais do que encher de oportunidades, mantenha seu site com novidades e sempre com um catálogo diversificado (dentro do seu segmento) para que seu cliente sempre volte.

Exposição de produtos

Quando o público já foi conquistado e está visitando seu site com regularidade, você precisa mostrar seus produtos da melhor forma. Você precisará inserir informações detalhadas na descrição sobre o item a venda para transmitir confiança ao comprador. Insira fotos com zoom, mostrando o objeto de vários ângulos e suas funcionalidades. Outro recurso interessante é inserir vídeos, como unboxings e tutoriais.

Preste atenção na concorrência

Fique de olho no que seus concorrentes fazem, como eles anunciam seus produtos, quais os preços estabelecem e como está o nível de satisfação dos clientes, entre outros fatores. Para saber quais os valores são oferecidos por outras lojas virtuais, você pode usar a pesquisa do Google Shopping. Há outros comparadores de preços, como Zoom, Buscapé e Já Cotei. Assim, você pode negociar melhor com seu fornecedor para chegar a um valor mais atraente. Além disso, se souber como seus concorrentes anunciam seus produtos, pode descobrir formas diferentes de fazer a mesma coisa.

Insira a Busca Inteligente em seu site

Algumas plataformas de e-commerce oferecem ferramentas de busca que armazenam e fazem reconhecimento de informações. Quanto mais fácil ele encontrar os produtos que deseja, mas fácil será comprar.

Acompanhe o cliente em tempo real

Você sabia que pode acompanhar todo o percurso do consumidor dentro da loja virtual? Utilizando ferramentas em seu site é possível saber como o cliente se comporta no site. Assim, você pode personalizar o atendimento online e, caso aconteça abandono de carinho, você pode enviar um e-mail com cupom de desconto para incentivá-lo a efetivar a comprar.

Atenda bem seus clientes

O cliente sempre deseja um bom atendimento e, muitas vezes, ele pode pagar um pouco a mais por isso. Ofereça aos seus clientes o melhor tratamento e cumpra os prazos de entrega. O consumidor não pode ter dúvidas e estar a par de todos as etapas de seus pedidos. Crie uma relação de confiança e credibilidade, mostrando seus diferenciais.

Mostre seus produtos nas redes sociais

Traga seus clientes para redes sociais! Relacione seus produtos com os comentários feitos nessas mídias e convide as pessoas a recomendarem aos seus contatos. As redes sociais podem servir com um local para review dos seus produtos, pois os compradores podem postar fotos e vídeos. Assim, novos consumidores podem conhecer seu catálogo e ficar mais seguro para efetuar compras.

Mantenha a segurança

O cliente precisa se sentir seguro em sua loja virtual, pois, no ato da compra, ele precisará informar dados pessoais e financeiros. Dessa forma, ter uma certificação de segurança inspira confiança e demonstra que o ambiente do seu negócio é sério e de confiança!

Ofereça diversas formas de pagamento

Os métodos de pagamento podem ser decisivos para o cliente completar sua compra. Ofereça débito em conta, boletos bancários, diversas bandeiras de cartões de crédito e plataformas de pagamento, entre outras. É importante que as formas de pagamento de sua loja virtual sejam compatíveis com a preferência do seu cliente.

Incentive as avaliações e as compartilhe

Coloque-se no lugar do seu cliente e lembre-se que, quando ele procura por algum produto na internet, ele não tem como tocá-lo para sentir sua qualidade. Neste momento, é importante que ele veja as opiniões de outros compradores e se decidir mais facilmente sobre a compra. Mantenha um espaço em seu site para que os clientes façam essa avaliação e as compartilhe nas redes sociais sempre que possível.

A análise do mercado de e-commerce brasileiro é ainda outra estratégia eficiente para conquistar melhores taxas de conversão. Conhecer sua área de atuação proporciona o poder suficiente para conduzir sua loja virtual com a melhor abordagem.

Resultados do mercado de e-commerce no Brasil

O e-commerce no Brasil tem números impressionantes e conhecer as taxas de conversão é importante para turbinar sua loja virtual. Um estudo completo sobre este segmento foi realizado em 2017, pelo Atlas (provedor de soluções), em conjunto com a ABComm e a ComSchool.

A pesquisa “E-commerce Radar 2017 – Resultados do mercado de e-commerce do Brasil” levou em consideração mais de mil lojas virtuais de todos os portes que utilizam a ferramenta do provedor de soluções.

Com essa amostra, foi constatado que a taxa de conversão média do e-commerce nacional caiu de 1,6% para 1,4%. Isso foi resultado do aumento do acesso por meio de dispositivos móveis (tablets e smartphones), que representam menos efetividade nas vendas.

Por outro lado, a compra por meio destes aparelhos cresceu de 22% para 31% (entre 2016 e 2017). Os marketplaces são responsáveis por 31,5% das vendas no comércio eletrônico em quase todas as categorias. Confira mais números do e-commerce a seguir.

Taxa de conversão por faixa etária

Na categoria de Moda e Acessórios, a faixa etária entre 18 e 24 anos é a predominante, assim como para os consumidores de Games (consoles, jogos e acessórios). A faixa de 25 e 34 anos é a que mais consome, de forma geral. Quem tem mais de 45 anos, prefere comprar produtos nos segmentos de Cama, Casa, Farmácia, Ferramentas e Pet Shop.

Taxa de Conversão por Estado

O poder aquisitivo de cada estado influência a performance de conversões das lojas virtuais, assim como o fato do site ser otimizado para ser acessado em dispositivos móveis (ainda mais em 3G!). Os estados com maior taxa de conversão são Santa Catarina (1,7%), Rio Grande do Sul (1,5%) e Rio de Janeiro (1,6%).

Mesmo liderando em volume de pedidos e acessos, São Paulo tem um de média de 1,4% no semestre, ocupando o 6º lugar na análise de taxas de conversão.

Sul é a região com a melhor taxa de conversão média, 1,5%, seguido do Sudeste com 1,4%, Centro-oeste com 1,3% e Norte com 1,0%. Nordeste tem a menor taxa de conversão com 0,9%.


Quantidade de compras X origem da primeira compra

O estudo apontou que 76% dos clientes que realizam uma compra teve origem no Google Adwords, 74% via Facebook, 72% compraram um item diretamente no site da loja virtual e 65% por e-mail. Estes dados comprovam que, quando se analisam aquisições únicas, investimentos em campanhas de Adwords ajudam a converter mais facilmente.

Outros dados podem ser conferidos no gráfico a seguir:


Categoria e Navegação

Nem sempre é bom ficar muito tempo no site, pois isso indica que ele é ruim para expor os produtos que o cliente procura. Por isso, quanto menos tempo o cliente levar para achar o que ele precisa, maior serão as chances de conversão. Dessa forma, como vemos na pesquisa, temos a categoria Games, com o tempo médio de navegação de pouco mais de um minuto, com 32% de pedidos. Já a categoria “Acessórios Automotivos” conquista 16% de pedidos em um tempo médio de dois minutos e meio.

Comentarios


bottom of page