top of page

5 dicas de User Experience para aplicar no seu e-commerce

Certamente, você já ouviu falar em User Experience (UX). Mas já parou para pensar no impacto que ela pode trazer à sua loja virtual? Neste artigo, você entenderá ainda melhor o que é UX e poderá conferir algumas dicas de User Experience para e-commerce.

Antes de abordarmos a sua relevância para o aumento da receita de uma loja virtual, é fundamental que você entenda a definição do termo. Portanto, User Experience, traduzido para o português, significa Experiência do Usuário, e está intimamente relacionado ao aumento da taxa de conversão e de fidelização dos clientes em um e-commerce. Por quê? A resposta é simples! Nesta grande corrida entre as lojas, quem conquista o consumidor é aquela que oferece a melhor experiência.

Não é segredo para ninguém, muito menos para você, que há inúmeras lojas e marcas que oferecem produtos iguais ou similares aos seus. Paralelamente a este fator, é importante mencionarmos que, hoje, o centro do varejo é o consumidor. Logo, se você deseja que o seu negócio cresça ainda mais, é fundamental que os seus olhos estejam totalmente voltados para o público-alvo da marca. E é, justamente, neste ponto que a User Experience entra em cena.

As pessoas, mais do que nunca, estão criteriosas na hora de realizarem uma compra. Isso sem mencionar a possibilidade de poderem pesquisar em diversos sites, a fim de saberem mais informações sobre um determinado produto, antes de comprá-lo. A User Experience influencia, diretamente, não só nesta decisão, como também para gerar recompra. Mas, afinal, como proporcionar uma boa experiência aos seus consumidores?

Como proporcionar uma boa experiência durante a jornada de compra?

Se o consumidor é o centro do varejo, propiciar uma boa experiência a ele, requer que você se coloque em seu lugar. É essencial tentar pensar como ele, para, assim, ser capaz de atender às suas necessidades e desejos da melhor maneira possível. Logo, é fácil identificarmos que ele quer uma jornada de compra simples, intuitiva e rápida. A última coisa que o consumidor deseja é “quebrar a cabeça” para achar um produto numa loja virtual ou para finalizar uma compra. Além disso, ele busca por agilidade mediante um cotidiano fugaz, daí a importância da jornada de compra ser breve.

Como isso é possível? A seguir, apresentaremos cinco dicas práticas e eficazes, que farão total diferença na experiência proporcionada pela sua loja:

# 1: Invista em um design responsivo para otimizar a User Experience

Você já parou para pensar no quão inconveniente é acessar, num smartphone, um site que não se adequa à tela do mobile? Talvez, você já tenha tido esta péssima experiência como usuário. Sem dúvidas, é bastante exaustivo, além de ocasionar lentidão no carregamento das páginas, o que, consequentemente, gera desistências. Há registros de que no varejo digital, a cada um segundo de demora no carregamento de uma página, 20% das conversões mobile podem ser afetadas. Impressionante, não é mesmo? Este dado está intrinsecamente relacionado à Experiência do Usuário que, neste caso, não é boa.

Além disso, o algoritmo do Google não vê com bons olhos um site que não apresenta layout responsivo. Logo, o posicionamento do seu e-commerce nos motores de busca acaba sendo prejudicado. Por isso, se a sua loja ainda não conta com design responsivo, não espere mais tempo para investir, porque, neste caso, tempo é, literalmente, dinheiro. Este recurso não é apenas uma tendência, já é uma realidade, e precisa, de fato, se concretizar no seu e-commerce.

# 2: Use uma cartela de cores harmônica à sua identidade visual

Se engana quem pensa que a escolha das cores do layout de uma loja é uma frivolidade. Afinal, elas são capazes de atrair os consumidores, de gerar uma boa experiência e de comunicar quem é a sua empresa. Para você ter uma ideia, há pesquisas que mostram que a cor representa 85% do motivo de um consumidor preferir um determinado produto ao invés de outro. Consequentemente, a escolha das tonalidades que serão utilizadas no seu e-commerce também vão interferir na experiência proporcionada aos usuários.

Sendo assim, use as cores da sua identidade visual e escolha tons que façam o contraste perfeito com elas. É essencial que haja harmonia! Outro elemento que merece grande atenção quando falamos em cores é a acessibilidade. É importante que você pense na experiência que será proporcionada aos consumidores que apresentam dificuldade para diferenciar as cores, como é o caso das pessoas que possuem daltonismo.

# 3: Escolha imagens relevantes e de alta qualidade

A definição de quais imagens serão colocadas na loja também interfere na UX. Afinal, elas desempenham o papel de uma vitrine virtual. Este será o “contato” mais próximo que o consumidor terá com o produto, caso ele não tenha a possibilidade de vê-lo e/ou experimentá-lo pessoalmente numa loja física. Logo, inserir fotos de alta qualidade e sob diversos ângulos é fundamental. Mas, também, é imprescindível otimizar estas imagens, para que elas não tornem o carregamento do site lento.

# 4: Tenha um design objetivo para melhorar a User Experience

Como mencionamos anteriormente, a jornada de compra deve ser intuitiva, ou seja, de fácil entendimento e sem obstáculos. Qualquer dificuldade ou dúvida por parte do consumidor pode gerar desistências e abandono de carrinho. Sendo assim, o design do seu e-commerce deve ser objetivo, onde os usuários tenham fácil acesso às informações e sejam impactados positivamente logo na página inicial. Apresentar um layout com apenas uma coluna é um dos exemplos de tornar a navegação mais intuitiva, exigindo um único movimento: de cima para baixo.

# 5: Conte com botões que simplificam a navegação

Os botões também são detalhes que fazem total diferença numa navegação mais simples e rápida. Utilize botões que facilitam as pesquisas, possibilitam voltar à Home Page ou avançar para outra página, por exemplo. Desta maneira, você propiciará uma experiência de compra mais simples e completa.

Sem dúvidas, você percebeu a importância de investir em recursos que possibilitem uma experiência, cada vez melhor, aos usuários. Além deles se tornarem clientes fidelizados, também gerarão marketing espontâneo, a tão conhecida propaganda boca a boca, simplesmente, porque tiveram uma boa experiência na sua loja. Entenda que a User Experience é um processo, afinal, o varejo digital vive se reinventando e trazendo inúmeras novidades e tendências. Tenha sempre em mente que o seu e-commerce necessita evoluir constantemente para se sobressair no mercado.

Pablo Ribeiro (https://www.linkedin.com/in/pablo-ribeiro-70672b37/) Diretor Geral Agência M3

Fundador e CEO da Agência M3, que está há mais de 6 anos no mercado trazendo soluções em performance digital através da implantação de e-commerces. Responsável pela equipe de vendas e relacionamentos da empresa. Já participou ativamente em mais de 90 projetos de implantações de lojas virtuais. E palestra em diversos eventos relevantes para o mercado de e-commerce, como o VTEX Day e as conferências do E-commerce Brasil.

Commentaires


bottom of page