top of page

Inteligência emocional: conheça técnicas importantes

Atualizado: 27 de out. de 2023

Quando estipulamos algum objetivo, independentemente do âmbito em que ele esteja, sabemos ao menos alguns itens básicos que podem colaborar para cumprir a meta com sucesso. Por esse motivo, a inteligência emocional é um aspecto que pode auxiliar a colocar os planos em prática.

Disciplina, foco, comprometimento e esforço são itens que ocupam o topo de prioridades para o crescimento profissional, por exemplo. Quer conhecer as técnicas que envolvem a inteligência emocional? Então, continue a leitura deste artigo que a ComSchool preparou.

O que é?

O conceito de inteligência emocional vem da psicologia, caracterizando a capacidade de conciliar o lado emocional com o racional. A prática busca atingir um autoconhecimento suficiente para lidar de maneira aceitável com situações adversas, de pressão ou estresse.

Além disso, é uma forma de auxiliar o ser humano a cuidar dos próprios sentimentos e ajudar na tomada de decisões para qualquer âmbito da vida. Portanto, ela pode estar relacionada a questões pessoais, profissionais e outras situações.

A importância da inteligência emocional

Compreender como funcionam os sentimentos e aprender a tirar benefícios de situações contrárias são algumas vantagens adquiridas após um estudo sobre inteligência emocional. Ao longo da vida, somos expostos a situações que elevam o nível de estresse e diminuem a capacidade de decidir ou perceber o ocorrido.

Em uma relação, independentemente do grau de proximidade, é preciso lidar com as próprias emoções e, às vezes, as de quem mais está envolvido. Isso torna necessária a utilização das partes racionais e emocionais do cérebro.

Inteligência emocional no ambiente corporativo

A inteligência emocional no trabalho gera ao funcionário maiores oportunidades de crescimento na área por meio do controle do fluxo de emoções. Além disso, ela pode aprimorar as relações interpessoais e até mesmo o planejamento estratégico na empresa.

Empatia, motivação, responsabilidade e compreensão com os companheiros são gatilhos básicos, que trazem resultados notáveis quando colocados em prática no cotidiano.

Da parte teórica à prática, esse é um caminho que pode se tornar extenso, principalmente pelas questões neurológicas que englobam o estudo dos benefícios da inteligência emocional. Porém, vale possuir o conhecimento de que a parte do cérebro responsável pelas emoções é o sistema límbico, composto por hipotálamo, hipocampo e amígdalas.

Técnicas de inteligência emocional

Para uma melhor performance pessoal e profissional, é preciso mais do que apenas ler sobre os tipos de inteligência emocional. As técnicas devem ser praticadas no dia a dia.

Existem diversos métodos de inteligência emocional amplamente estudados e testados por profissionais de comunicação, saúde e comportamento. Com os resultados, eles foram provados como um ponto de transformação com resultados de desenvolvimento visíveis.

Algumas atividades, como lidar com o estresse e a ansiedade, praticar a autopercepção corporal e emotiva, compreender os próprios limites e ter os objetivos claros, facilitam o processo de evolução no ambiente de trabalho. A seguir, confira técnicas de como desenvolver a inteligência emocional no dia a dia.

Gerenciamento das emoções

Sem dúvidas, um dos primeiros passos para isso é compreender e lidar com os sentimentos. Em espaços sociais ou de trabalho, o impulso pode nos levar a reagir de maneira inapropriada. Portanto, gerir emoções para elas corresponderem às situações criadas é essencial para o desenvolvimento da inteligência emocional.

Empatia nas relações

Uma boa gestão de relacionamento se constrói a partir da empatia com o outro. Em diversas ocasiões, o entendimento das emoções de terceiros é um passo fundamental para se relacionar de maneira agradável.

O comportamento diz muito sobre quem somos. Então, seja gentil e trate os outros como gostaria de ser tratado. Lembre-se: as relações interpessoais são de extrema importância em ambientes corporativos.

Responder ao invés de reagir

A diferença entre responder e reagir pode parecer pouco notável. Porém, quando colocada em prática, traz mudanças significativas. Reagir trata-se de um processo inconsciente, onde ativamos um gatilho emocional e nos comportamos de forma involuntária e instantânea. Para responder, é necessário reservar um tempo para pensar, trabalhando mais o lado racional e ampliando a visão sobre os fatos.

Responsabilidade

Para atingir o foco, é necessário desenvolver responsabilidade e ter ciência dos objetivos e do que é preciso deixar de lado para alcançá-los. Estabelecer metas, criar planejamentos e colocar tudo em execução são processos trabalhosos. Porém, eles dão início a uma carreira promissora.

Clareza na comunicação

Ser compreendido é um pilar importante em ambientes profissionais. Uma comunicação assertiva e coerente facilita não somente as relações da equipe, mas otimiza o tempo e a qualidade do serviço prestado. Isso porque um time alinhado, com boas relações, gera menos conflito e maior empenho profissional.

Quer aprender mais sobre inteligência emocional?

Quando aplicada de maneira adequada no dia a dia, a inteligência emocional pode trazer resultados altamente benéficos. Se deseja aprender mais sobre o tema, confira o curso de inteligência emocional da ComSchool e desenvolva suas relações interpessoais profissionais e pessoais!

Comments


bottom of page