top of page

Como montar uma planilha para auxiliar na formação de preço

Atualizado: 28 de out. de 2023

Por Any Zamaro*

Você sabe quanto cobrar por um produto? O dobro do preço de compra? Devemos acrescentar valor de comissões e impostos? São perguntas frequentes para quem tem uma loja online.

Por esse motivo, a Precifica disponibiliza uma planilha dinâmica para ajudar os varejistas a formarem o preço de venda do produto e identificarem a taxa de retorno sobre o investimento no estoque de cada produto, levando em conta preço de compra, despesas variáveis, impostos, entre outros fatores.

A planilha em Excel está disponível neste link, mas é necessário seguir algumas instruções, tais como:

– Os valores em negrito são calculados automaticamente, ou seja, não devem ser editados de forma manual; – Deve-se editar apenas as células em fundo cinza; – Os parâmetros como “Comissão e Mark-up” podem ser informados em % ou R$;

O que é importante avaliar nesta planilha?

– Preço Compra: é o valor que pagou no produto; – Despesas Variáveis: pode ser o valor pago para a operadora de cartão, embalagens, taxa de consulta anti-fraude, etc; – Comissões: qual o valor, ou percentual, para comissões com programas de afiliados, parceiros, marketplace, entre outros; – Impostos: qual percentual de impostos; – Mark-up: é um multiplicador sob a soma de todos os custos do produto. Importante destacar que mark-up não é o mesmo que margem de lucro e sim um elemento para indicar quanto do preço do produto está acima do seu custo de produção e distribuição; – Preço Venda: é o resultado da planilha referente aos itens acima. Esse é o valor sugerido para o seu produto; – Volume médio mensal: é o número de produtos comprados inicialmente dividido pelo número de dias do giro de estoque, ou seja, quantidade média de produtos vendida por mês; – Margem Contribuição: é o valor que sobra da venda de cada unidade para contribuir com o pagamento de todos os custos fixos, como por exemplo, folha de pagamento dos funcionários; – Quantidade de compra mínima: quantidade mínima de produtos por pedido de compra junto ao fornecedor; – Giro estoque (dias): quantos dias, aproximadamente, leva para o estoque (quantidade de compra mínima) ser vendido; – Investimento: valor total a ser investido na composição do estoque inicial

Calcular o preço do produto não é tarefa simples, mas sem dúvidas esta planilha irá ajudar, e muito, no seu dia-a-dia. Desta forma, suas estratégias estarão ainda mais estruturadas. Espero que aproveite e alcance resultados ainda melhores!

Por Any Zamaro* Pós Graduada em Marketing Digital e Arquitetura da Informação, com especialização em Planejamento de Mídia em Meios Digitais. Há 7 anos atuando em marketing digital. Hoje é coordenadora de marketing da HiPartners, grupo de investidores focado em empresas inovadoras com alto potencial de crescimento no setor de Tecnologia e Internet.

Comentários


bottom of page