top of page

Descubra o que é um dashboard e como ele pode ajudar uma empresa

Atualizado: 26 de fev.

Você sabe o que é um dashboard? Apesar do nome complicado, esse tipo de ferramenta é algo essencial para a organização de empresas. Isso porque ele mostra dados importantes de maneira prática, em uma visualização otimizada para facilitar a leitura.


Contudo, caso você ainda não saiba o que é um dashboard e como ele pode fazer a diferença para a sua companhia, é hora de aprender!


Continue a leitura e descubra tudo sobre essa ferramenta por meio deste conteúdo exclusivo do blog da ComSchool.



O que significa dashboard?


Um dashboard, ou painel de controle, é uma ferramenta essencial no mundo dos negócios e da tecnologia, projetada para apresentar informações e métricas importantes de forma visual e acessível.


Mas, afinal, o que significa dashboard?


Em essência, trata-se de uma interface gráfica que consolida e organiza dados de diversas fontes, permitindo aos usuários monitorar o desempenho e analisar tendências em tempo real.


Seja para acompanhar a performance de vendas, monitorar o tráfego de um site ou gerenciar projetos, os dashboards tornam a análise de dados complexos uma tarefa mais intuitiva e eficiente.


Com a capacidade de personalizar painéis para atender às necessidades específicas de cada usuário, eles são ferramentas indispensáveis para a tomada de decisão baseada em dados, otimizando processos e impulsionando o sucesso empresarial.



Qual é a função de um dashboard?


O dashboard é um painel visual onde é possível analisar dados importantes para qualquer operação de uma empresa. Ele pode ser alimentado por diversas fontes terceiras, a depender de quais integrações possui com diferentes sites.


Ele é um painel de controle que reúne gráficos de diferentes plataformas em um único lugar. Além disso, a ferramenta pode comparar e analisar todos esses dados, mesmo que as informações venham de locais diversos.


Um dos exemplos mais comuns de dashboard é o do Google Analytics, com o qual a maioria dos profissionais tem contato ao entrar no universo digital. Ao acessar a ferramenta pela primeira vez, é possível visualizar uma série de gráficos com informações diversas.


Esses gráficos estão divididos em blocos que são personalizáveis conforme as preferências do usuário. Por exemplo, no Google Analytics, eles são chamados de widgets e podem mostrar informações de sessões ativas, monitoramento de posição na SERP e muito mais.


Por isso, ter um Dashboard on-line atrelado ao seu negócio é tão importante. Por meio dele, você pode monitorar todos os dados relevantes de sua empresa em um só local, facilitando a análise e a prospecção de resultados.


Tipos de dashboard


Agora que você já sabe para que serve um dashboard, é hora de mergulhar mais a fundo nas possibilidades que essa ferramenta pode trazer. Apesar de ser altamente customizável, existem alguns padrões de blocos utilizados por empresas para facilitar o entendimento das informações exibidas na tela.


Dessa maneira, existem três tipos de dashboard principais que atendem às necessidades diferentes de cada negócio. Começar com um dos três tipos e criar a sua tela personalizada aos poucos pode ser uma ótima opção, especialmente se você nunca teve experiência com esse tipo de ferramenta.


Operacional


Mostra as métricas que precisam ser acompanhadas para aperfeiçoar as tarefas e tornar o trabalho mais produtivo. No caso de um analista de marketing digital, é possível usar os dados obtidos no Google Ads para acompanhar as palavras-chave com melhor performance e utilizá-las de forma mais proveitosa.


Tático


Esse dashboard pode ser usado para acompanhar as informações obtidas em anúncios feitos em Facebook Ads, Instagram Ads ou com mídias programáticas. Assim, é possível visualizar o ticket médio de cada opção e saber qual é a campanha com melhor resultado.


Estratégico


Ao pensar sobre o que é um dashboard, a maioria das pessoas imagina o lado estratégico. A ferramenta traz relatórios, indicadores de performance e dados que podem ser comparados com outros períodos já computados. Portanto, você pode entender os resultados atuais e planejar ações para melhorar o que for necessário.


Como usar de maneira otimizada


Para fazer um monitoramento de dados certeiro por meio de um dashboard, é preciso construí-lo de maneira que ele sirva às necessidades do seu negócio. Na essência, a ferramenta é uma demonstração visual das informações da empresa que podem ser usadas para beneficiá-la.


Por isso, variáveis como o tamanho da companhia, a área de atuação dela e o objetivo da análise que você pretende fazer são essenciais para criar uma tela precisa. Apenas assim as informações apresentadas servem ao propósito principal: apoiar decisões, facilitando a vida de analistas e gestores Data Driven.


Além disso, ter pelo menos uma pessoa responsável por analisar os dados apresentados no dashboard é uma ótima maneira de garantir o melhor uso desse recurso. Por exemplo, um analista especializado em BI já é um excelente começo para empresas de pequeno e médio porte.


Por fim, não se esqueça de sempre revisar os seus blocos para garantir que eles ainda fazem sentido para o que você busca. Conforme um empreendimento amadurece, as necessidades de monitoramento se modificam. Por isso, além de entender o que é um dashboard, é fundamental acompanhar esse detalhe de perto.


Integração com Outras Ferramentas e Softwares


Além dos tipos de dashboard e suas funcionalidades, uma característica-chave é a capacidade de se integrar com outras ferramentas e softwares usados ​​pela empresa.


Essa conectividade é fundamental para automatizar o fluxo de informações e garantir que os dados exibidos estejam sempre atualizados.


Por exemplo, um dashboard pode ser configurado para receber dados diretamente do CRM, ERP, ou plataformas de e-commerce da empresa, permitindo uma visão centralizada de todas as operações.


Isso não apenas economiza tempo ao evitar a entrada manual de dados, mas também aumenta a preciosidade das análises, pois elimina o risco de erros humanos no processo.

Com integração eficiente, um dashboard se torna ainda mais poderoso, oferecendo insights em tempo real que podem orientar decisões estratégicas e operacionais.


Seja um empreendedor Data Driven com a ajuda da ComSchool!


Agora, você já sabe o que é um dashboard. Então, é hora de se tornar um verdadeiro profissional Data Driven! Conheça os cursos da ComSchool e entenda como essa cultura pode mudar o seu jeito de fazer negócios para melhor.


Além disso, aqui, na ComSchool, temos diversos outros cursos que podem te dar ainda mais destaque no mercado de trabalho. Não deixe de visitar o nosso catálogo para conhecer!


תגובות


bottom of page